Situações desagradáveis acontecem diariamente e, geralmente, são provocadas por amigos, familiares e colegas de trabalho. Nesse momento, é essencial saber lidar com pessoas difíceis e conseguir fazer daquele momento um aprendizado próprio e aos outros.

Não existe fórmula mágica: não é do dia para a noite que você conseguirá manter o moderação. É um processo de construção que, por vezes, deve contar com ajuda profissional, meditação, leitura e outras atividades que promovam o equilíbrio mental.

A prática também é fundamental. Não se deixe levar, unicamente, por livros e teorias. Esses métodos de estudos são muito importantes, mas nada substitui o momento prático, em que você deverá colocar tudo o aprendeu naquele instante.

Neste post, nós apresentamos 21 dicas que podem ajudar a manter um bom relacionamento com pessoas difíceis. Lembre-se: nenhuma destas recomendações vai substituir o suporte psicológico profissional. Boa leitura!

1. Considere a individualidade

Cada um foi criado por pessoas diferentes e com metodologias educativas muito distintas. Compreender isso deve ser o primeiro passo. Entenda que o que é limite para você, não será para aquela pessoa; da mesma forma que o é certo e justo para você, pode não ser ao outro.

2. Compreenda o contexto

O passado das pessoas tem muito a dizer sobre elas, e isso tem um grande impacto nas suas atitudes. Um destemperamento repentino, grosserias, impaciência, insistência e outros estados de humor são reflexos de um contexto de influência.

Alguns traumas que acontecem em nossas vidas são difíceis de serem superados. Em muitas ocasiões, essas situações têm participação negativa nas ações do cotidiano. Considere esse fato ao lidar com pessoas difíceis.

3. Preze pela paciência

Assim como, na maior parte das vezes, ser paciente pode não resolver, optar pela impaciência também não é o melhor caminho. Seja no trabalho, nos churrasco com os amigos ou em aniversários em família, tente levar com tranquilidade aquela situação e não se deixar abalar por aquela pessoa.

como lidar com pessoas difíceis
Exercitar a paciência pode diminuir os conflitos e manter um bom ambiente.

4. Se afaste, se for o caso

Se aquela pessoa te faz mal, afaste-se. Às vezes, a melhor maneira de lidar com isso é se distanciando e procurando ter um contato menos próximo. Se for um relacionamento amoroso, por exemplo, explique a situação e se dê um tempo, até o momento que estiver melhor.

5. Persista no diálogo

É preciso dizer àquela pessoa que ela é difícil de lidar. Obviamente, isso não precisa ser feito de maneira grosseira ou infantil, mas uma boa conversa, em que você possa dizer as dificuldades de relacionamento que têm com ela, é o melhor caminho para um ambiente mais saudável.

Além de falar, escute. Ouça o que ela tem a dizer, o que a leva a agir daquela forma, e o melhor de tudo: tentem achar uma solução! Talvez o melhor remédio seja um comprometimento mútuo.

6. Faça uma autoanálise

É comum – e até prazeroso – dizer que é rodeado de pessoa difíceis. Por outro lado, é preciso considerar que, talvez, essa pessoa pode ser você. Em muitos casos, agimos de modo tão automático, que não notamos que a verdadeira mudança deve acontecer em nós mesmos.

Pare e pense: “Será que minhas atitudes são responsáveis por essa situação?”. Faça essa avaliação de maneira isenta, levando em consideração o feedback das pessoas do seu ciclo e se forçando a lembrar de momento conflituosos em que você teve participação.

7. Não reproduza

Se aquela situação te incomoda, não espelhe esse comportamento. Portanto, se a pessoa tem um comportamento impaciente, não aja dessa forma. Reproduzir as condutas que nos desagradam só promovem mais desgaste e, ao contrário do que muitos pensam, não resolvem o conflito.

“Dar o troco” nunca é a melhor solução. Se quiser agir de modo combativo, faça o contrário. Se a pessoa é raivosa, fale tranquilamente; se está falando alto, mantenha o tom de voz baixo; se está debochando, mantenha-se coerente.

como lidar com pessoas difíceis
Reproduzir uma atitude desagradável não é a melhor solução para resolver a situação.

8. Tire lições

É preciso tirar lições com o relacionamento com pessoas difíceis. Trate essa convivência como um aprendizado. Faça reflexões diárias sobre as atitudes que te desagradaram, o que notou como evolução, e assim por diante.

9. Entre no ritmo

Em situações conflituosas, é preciso deixar o orgulho de lado e encontrar meios de lidar com aquele problema. Se adequar ao perfil de pessoas difíceis é uma das soluções para promover um bom ambiente, seja em casa, no trabalho, na balada ou na faculdade.

Com o tempo, você acaba entendendo como não provocar aquele sentimento no outro, assim como responder de modo a tranquilizá-lo e usar palavras capazes de “falar a língua dele”. Mas não pense que será fácil, afinal, você terá que abrir mão de algumas coisas.

10. Mude a perspectiva

Que tal começar a olhar para algumas qualidades dessas pessoas, que não somente os defeitos? É um bom começo para melhorar o relacionamento entre vocês. Procure tirar o que é proveitoso, até chegar um momento que isso possa superar o lado “negativo”.

11. Abra mão da superioridade

Não queira se colocar como um ser humano melhor. Lidar com pessoas difíceis é um exercício em que os dois lados saem ganhando, e isso não o faz ter uma superioridade à outra.

12. Não incentive a mudança

O ideal é não incentivar a mudança no outro, pelo menos não diretamente. Primeiro, que mudar um comportamento leva tempo, e isso não pode ser exposto de forma grosseira. A mudança vem quando a própria pessoa se sentir confortável para isso. O melhor estímulo é agir como gostaria que agissem com você.

Se você deseja que aquela pessoa seja mais paciente, por exemplo, seja com ela. Sendo assim, tenha força de vontade, e não pressa, para ver essa mudança.

13. Peça ajuda

Como lidar com pessoas difíceis no trabalho? Pedindo ajuda. E como lidar com pessoas difíceis na família? O mesmo! Na maior parte das vezes, é de alguém de fora que você precisa para poder saber como lidar com aquela situação. O interessante é que esse auxílio venha de um(a) profissional.

14. Exercite-se

Fazer exercícios físicos é uma ótima maneira de manter o controle emocional, assim como ter mais paciência e diminuir o estresse diário. Procure uma atividade que esteja atrelada à rotina e que exija um alto gasto de energia. Lembre-se de manter a periodicidade da prática.

No fim das contas, você ganha pontos em lidar melhor com pessoas difíceis e, ainda assim, mantém a saúde em dia.

como lidar com pessoas difíceis
Os exercícios físicos são capazes de promover a paciência e o controle emocional.

15. Promova reflexões

Ter empatia é uma das principais recomendações para situações interpessoais. Saber as motivações do outro, o porquê age daquela forma e como não desencadear mais discussões deve ser o ponto-chave nesse relacionamento dificultoso. Atrelado a isso, promova algumas reflexões à pessoa.

Você pode fazer isso com algumas perguntas, do por que ele se sente daquela forma, como poderia ajudar e alguns feedbacks positivos, quando o comportamento negativo não se repetiu. É uma forma de incentivar que a pessoa se autoavalie e pense nas suas próprias atitudes.

16. Leve o aprendizado

Tudo deve ser levado como aprendizado. O relacionamento com pessoas difíceis traz uma carga de conhecimento ímpar, que pode ser usada para ao decorrer da vida e evitar muitos desentendimentos e atritos.

17. Seja o exemplo positivo

Suas condutas são observadas a todo o tempo, principalmente no trabalho. Uma das formas de reprovar uma ação no ambiente corporativo e agir totalmente ao oposto. Se aquela pessoa sempre entrega nos prazos atrasado, trate de antecipar todas as suas demandas; se é grosseira com outros colegas, seja simpático e solícito com todos; no caso de má organização do local, seja o contrário.

18. Faça uma intervenção

Se o clima está desagradável para muitas pessoas, vale a pena promover uma intervenção. Reúna todos os insatisfeitos, chame a “causadora” e, juntos, digam o que está incomodando. Lembre-se de fazer de modo brando, sem alarde. Escute o que a pessoa tem a dizer e busquem soluções.

como lidar com pessoas difíceis
Intervenções são boas alternativas para momentos de conflitos.

19. Insista

Se a pessoa for muito importante para você, insista. Encontre meios de melhorar esse relacionamento, peça ajuda, tente de outras formas e não desista rápido. Obviamente, vá até o limite que sua saúde mental aguenta, caso contrário, esse desgaste pode só aumentar e você pode acabar se prejudicando.

20. Não se influencie

É comum que muitas pessoas acabem tendo influência negativa desses comportamentos. Às vezes, algumas ações podem acabar sendo reproduzidas, de maneira indireta. Esses casos podem acontecer, principalmente, em relacionamentos entre mãe/pai e filho, em que este começa a replicar a mesma conduta com que é tratado.

O ideal é, sempre, fazer uma autoanálise, como destacamos lá em cima. Se conhecer e estar ligado com o que fala e faz é o primeiro passo para acabar não se tornando uma pessoa difícil.

21. Evite fofocas

Não exponha às pessoas o quão difícil é o seu relacionamento com aquela pessoa. Isso é prejudicial para ambos e pode acabar aumentando a crise entre vocês e diminuir as chances de resolução.

No fim das contas, sempre vamos nos deparar com pessoas difíceis. O ideal é manter a paciência e procurar encontrar soluções que evitem o desgaste entre vocês, seja qual for a situação e contexto. Que tal receber mais conteúdos como esse diretamente no seu e-mail? Basta se cadastrar na newsletter abaixo!

Escreva um comentário

Share This